Penálti não assinalado influenciou resultado em Famalicão

Um penálti não assinalado, aos 41′ da partida, deixou influências no resultado do jogo entre o FC Famalicão e o Gil Vicente FC.

O duelo da 9ª jornada da Liga NOS começou com uma boa oportunidade para os barcelenses, aos 6′, com Kraev a isolar-se e ficar só com o guarda-redes adversário pela frente, mas acabou por não conseguir segurar o esférico, que saiu pela linha final.

Aos 21′ os locais chegaram ao golo através de Toni Martinez, ganhando vantagem no marcador.

Foi então aos 41′ que o árbitro da partida e o VAR correspondente não viram Alex Centelles e derrubar Naidji na área, após acertar com o braço esquerdo nas costas do argelino.

Com o jogo a ferver, Vítor Oliveira acaba por ser expulso por pedir grande penalidade e no segundo tempo a equipa Gilista não entrou da melhor forma na partida.

No entanto, aos 51′, Kraev tentou o golo com um pontapé longo do lado esquerdo do ataque Gilista, mas o esférico passou ligeiramente por cima da baliza de Vaná Alves.

Aos 79′ os locais acabam por chegar ao 2-0 e Sandro Lima, aos 89′, reduziu a desvantagem estabelecendo o 2-1, reflexo da luta Gilista e do facto de nunca terem deixado de lutar para conseguir mudar o panorama de um jogo que ficou claramente marcador por uma grande penalidade clarividente por assinalar.