Falta de eficácia dita derrota na receção ao SL Benfica

O Gil Vicente FC pagou a conta da falta de eficácia no momento de atirar à baliza da equipa adversária, no jogo da 22ª jornada, diante do SL Benfica.

Os comandados de Vítor Oliveira foram competentes durante os 90′ e lutaram para inverter o resultado da partida, estabelecido cedo por Vinícius, que abriu o marcador aos 14′.

Aos 23′ Yves Baraye podia ter feito o empate, mas o remate em boa posição para marcar saiu ao lado da baliza de Odysseas. No lance seguinte, Kraev atirou de fora da área para defesa apertada do guardião do Sport Lisboa e Benfica. Pouco depois, Baraye voltou a falhar o golo, ao cabecear para defesa do guarda-redes adversário após um cruzamento de Lourency na esquerda do ataque Gilista.

Já no segundo tempo, a equipa Gilista manteve o seu bom futebol e criou oportunidades de golo, mas o SL Benfica segurou o resultado até ao apito final.