Primeira parte melhor não chegou para pontuar

O Gil Vicente FC foi infeliz no duelo de retoma da Liga NOS, diante do Portimonense SC. No jogo que marcou o regresso da competição após a paragem devido à COVID-19, os Gilistas não conseguiram pontuar no Algarve e os locais acabaram por vencer o jogo por uma bola a zero, com um golo bomba de Lucas Fernandes.

A equipa barcelense foi melhor na primeira parte e construiu jogadas ofensivas que podiam ter resultado em golo, mas as falhas no último terço do terreno penalizaram a turma de Vítor Oliveira.

Aos sete minutos, uma arrancada de Kraev pelo centro fazia antever perigo. O médio colocou o esférico em Rúben Ribeiro à esquerda, que furou pela área e cruzou para o segundo poste, mas Sandro Lima e Baraye não chegaram a tempo de abanar as redes da baliza dos algarvios.

Ao minuto 18 houve nova jogada de ataque perigoso da equipa Gilista, com Rúben Ribeiro novamente em destaque, mas a eficácia da defesa do Portimonense evitou as várias tentativas de remate por parte do Gil Vicente FC.

O Portimonense só esteve perto do golo ao minuto 27, mas Ygor Nogueira e Alex Pinto foram competentes e aliviaram o perigo a tempo.

O Golo dos locais apareceu aos 49′, com Lucas Fernandes a atirar do meio da rua e a fazer o 1-0, com um golaço.

O Gil Vicente FC ainda procurou o golo, por Claude Gonçalves e Samuel Lino, mas sem efeitos no marcador.