Lucas Mineiro abriu o marcador, mas o Sporting inverteu o sentido do jogo

Lucas Minero, aos 51′, abriu o marcador em Alvalade e colocou os Gilistas em vantagem na partida e com a esperança de voltar às vitórias, mas a recuperação do Sporting CP deitou por terra as aspirações dos barcelenses.

Num duelo adiado da 1ª jornada da Liga NOS, o técnico Rui Almeida fez algumas alterações na equipa Gilista. O avançado Miullen, recuperado de lesão, regressou à titularidade. Já Fujimoto alinhou pela primeira vez no 11 inicial Gilista.

Logo aos dois minutos, os locais podiam ter feito o golo, na sequência de um canto, mas o guardião Denis tirou o esférico da rota da baliza. Já à passagem da meia hora de jogo, Jovane Cabral tentou bater Denis com um remate de fora da área, mas o guarda-redes estava, mais uma vez, atento. Perto do apito para o intervalo, Samuel Lino foi o autor da melhor oportunidade de golo para o Gil Vicente FC, com um remate de fora da área que passou por cima da baliza sportinguista.

No reatamento da partida, aos 51′, Lucas Mineiro abriu o ativo a favor do Gil Vicente FC. Talocha, na direita do ataque, bateu um livre de fora da área e o brasileiro cabeceou na perfeição para a esquina da baliza dos locais, sem hipóteses de defesa para o guardião da casa.

Com a vantagem na marcador e o jogo controlado, o Gil Vicente FC ia formando a sua muralha defensiva e tentando chegar de novo ao golo em arrancadas rápidas de contra-ataque, mas a resistência sportinguista acabou por ser mais forte e aos 81′ Sporar fez o empate. Em crescendo no jogo e com vontade de virar o marcador, o Sporting continuou a aproximar-se da baliza Gilista e pouco depois Tiago Tomás fez o 2-1. Já com o jogo perto do apito final, Pedro Gonçalves fechou o marcador no 3-1 a favor dos locais.