Pénalti ao minuto três vale vitória ao CD Tondela

Uma grande penalidade assinalada logo ao minuto três do jogo entre o CD Tondela e o Gil Vicente FC permitiu aos locais conquistar os três pontos no jogo da jornada 21 da Liga NOS.

Num dos primeiros lances da partida, o árbitro entendeu que o defesa central Rúben Fernandes jogou o esférico com o abraço e assinalou o castigo máximo, expulsando o capitão Gilista. Na marcação da grande penalidade, João Pedro abriu o ativo a favor do Tondela, naquele que acabaria por ser o único golo do jogo.

Desde aí o CD Tondela ganhou alguma confiança e criou mais oportunidade de golo, mas o guardião Denis impediu alterações no marcador. Aos 36′ Lourency podia ter empatado a partida, mas o remate forte saiu ao lado da baliza adversária. Até ao final da primeira parte, mais um par de boas defesas de Denis impediu o Tondela de aumentar a vantagem no marcador.

Já no segundo tempo, aos 62′, Lucas Mineiro, ao primeiro poste após um canto na direita, cabeceou bem alto, mas o esférico não levou a direção da baliza do Tondela. Aos 78′ Paulinho, sozinho na direita, podia ter feito o golo, mas o esférico saiu junto às malhas laterias.