Resultado penalizador: falhar e depois sofrer

Não marcar e depois sofrer. É assim o resumo do jogo da 28ª jornada da Liga NOS, entre o Gil Vicente FC e o FC Famalicão. Os Gilistas tiveram oportunidades para abrir o marcador, mas não conseguiram, e no segundo tempo os famalicenses chegaram primeiro ao golo e ainda conseguiram fazer o 3-0, um resultado extremamente penalizador para os locais.

Os barcelenses entraram bem na partida e logo aos dois minutos Pedrinho teve oportunidade para rematar, mas o pontapé saiu com pouca força e o guardião do Famalicãos segurou sem dificuldades. Aos 34′ Lourency na esquerda do ataque fez ocorredor, entrou na área e cruzou, mas ninguém chegou para finalizar.

O avançado brasileiro ainda viria a ter nos pés a melhor oportunidade de golo do primeiro tempo: cruzamento de Joel Pereira na direita, Lourancy isolado na frente acabou por rematar ao poste.

No regresso ao relvado para jogar mais 45 minutos, o FC Famalicão entrou melhor e aos 58′ teve uma boa oportunidade para abrir o ativo, mas o guarda-redes Denis negou o golo aos visitantes. O Gil Vicente FC respondeu aos 62′, com Léautey a colocar o esférico na área para entrada de Lourency, mas o guarda-redes adversário chegou primeiro e resolveu o lance.

Aos 68′ os visitantes acabaram por chegar ao golo, por intermédio de Iván Jaime. Na frente de Denis, o jogador famalicense não desperdiou. Aos 85′ o defesa central Ygor Nogueira viu cartão vermelho e o jogo acabou por correr melhor para o FC Famalicão. Leonardo Campana aos 90′ e Iván Jaime aos 90+4 fecharam o marcador no 3-0 a favor dos famalicenses.

Resultado penalizador para o Gil Vicente FC, que fez o suficiente para não merecer a derrota.