Empate a duas bolas num duelo minhoto com golos e emoção

Golos, emoção, equilíbrio, oportunidades de parte a parte e ambiente de duelo minhoto nas bancadas do Estádio Cidade de Barcelos. Foi esta a fórmula para um final de tarde de domingo bem passado em Barcelos. O Gil Vicente FC empatou a duas bolas diante do FC Vizela, em jogo da 5ª jornada da Liga Portugal Bwin. Um resultado justo e que espelhou aquilo que foi o jogo: emotivo e equilibrado.

Foi de grande penalidade que os vizelenses se adiantaram no marcador, aos 22′. Marcos Paulo não falhou a oportunidade no momento de atirar à baliza. Pouco depois, aos 28′, Pedrinho tentou o golo num livre de fora da área, mas o guardião do Vizela defendeu.  Aos 31′, uma falha de comunicação na defesa Gilista podia ter permitido aos visitantes aumentarem a vantagem no marcador, mas o defesa central Lucas Cunha impediu o golo.

O empate podia ter surgido aos 32′, quando Samuel Lino rematou ao poste após uma boa jogada de ataque da equipa Gilista. No entanto, foi no segundo tempo, aos 60′, que o Gil Vicente FC conseguiu chegar ao empate, com Zé Carlos a cruzar na direita e Fran Navarro, o ‘suspeito’ dos costume, a bater o guardião vizelense.

A resposta da equipa do FC Vizela não demorou a chegar e aos 73′ Marcos Paulo voltou a fazer golo, com um cabeceamento certeiro após um cruzamento do lado esquerdo do ataque. Aos 82′ os visitantes voltaram a quebrar a defesa Gilista, mas o golo foi invalidado por posição irregular.

Quase em cima do minuto 90, Boubacar, na direita, cruzou para o espanhol Fran Navarro, que com a pontaria de novo afinada voltou a fazer o esférico beijar as redes da baliza do Vizela, estabelecendo o 2-2. O ponta-de-lança somou quatro golos marcados em cinco jogos e passou a ser o melhor marcador da Liga Portugal Bwin.