Ricardo Soares: “Na segunda parte fizemos um trabalho extraordinário”

No final da partida diante do FC Vizela, o técnico Ricardo Soares afirmou que a equipa entrou mal no jogo e a primeira parte não foi bem conseguida: “A primeira parte não foi bem conseguida, não entrámos muito nem no jogo, o Vizela foi superior a nós e limitou-nos muito a primeira fase de construção. Perdemos bolas que normalmente não perdemos, fruto do mau posicionamento tático”, disse, confessando ainda que o empate “não era o resultado pretendido”.

No entanto, o treinador Gilista afirma que ao intervalo conversou com os jogadores sobre o que estava a faltar e a equipa melhorou a sua prestação: “Conversámos ao intervalo e sabíamos claramente o que estava a faltar. Fomos tranquilos e tranquilizamos os nosso jogadores porque sabemos da qualidade da equipa e na segunda parte tudo foi diferente”. Ricardo Soares falou ainda do apoio do público, que entende ter sido uma “energia de fora para dentro”: “Quisemos muito ganhar e os jogadores fizeram um trabalho extraordinário, tiveram uma capacidade mental muito forte alicerçada num público fantástico que nos apoiou. A equipa cresceu também fruto dessa energia de fora para dentro”.

Veja a conferência de imprensa: