Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

O essencial da tertúlia sobre a Ética no Desporto

Na noite de quarta-feira, a sala de imprensa do Estádio Cidade de Barcelos recebeu a tertúlia da Ética no Desporto, iniciativa que integra a Semana Europeia do Desporto. Com os doutores Dimas Pinto e Jorge Machado no papel de redatores, durante mais de duas horas refletiu-se sobre a importância dos valores morais nas competições nacionais.

Dimas Pinto começou a sua intervenção considerando que “desporto é a área com maior potencial para o desenvolvimento humano”, ainda que, segundo o mesmo orador, nem sempre face jus a esse potencial. De resto, ambos os oradores concordaram na medida em que o desporto, muito mais do que tática e técnica, ensina valores que se refletem na convivência social do atleta.

Debruçando-se ainda sobre a gênese daquilo que por definição é o desporto, Dimas Pinto considerou ainda que se o mesmo não contiver fair-play, então passa a ser outra coisa qualquer.

Em sintonia, Jorge, antigo atleta de alto rendimento de karaté, apontou que as memórias que tem mais presentes são os gestos de respeito. “As medalhas estão lá em casa a apanhar pó, foram felicidades momentâneas”, acrescentou. Ainda assim, o Embaixador para a Ética no Desporto frisou que em qualquer que seja o jogo se deve entrar com a ambição de ganhar, mas que “isso não pode ser a única finalidade”.

Entrando na área do futebol de formação em particular, Dimas Pinto apontou que um dos crónicos problemas é o facto de os pais não perceberem a sua função, quer ao contribuírem negativamente para o espetáculo com insultos, quer a, em muitos casos, olharem para o próprio filho como uma fonte de lucro futura. O Professor Coordenador do Gabinete de Ciências do Desporto da IESFafe apontou ainda o mau exemplo do filho de quatro anos que vai ao futebol com a sua figura paterna e, ao vê-la insultar o árbitro, insulta também.

Olhando não tanto para a causa mas mais para a consequência da cultura de insulto, Jorge Machado considerou ainda que “Ao insultar devemos pensar quem insultamos é filho de alguém, é neto de alguém, é amado por alguém.”. Em complemento, acrescentou ainda que não acredita que “alguém que exploda emocionalmente ao assistir a um jogo de futebol seja uma pessoa tolerante e assertiva no seu dia-a-dia”.

O Gil Vicente agradece uma vez mais aos doutores Jorge Machado e Dimas Pinto pela sua presença e, sobretudo, pela importância das suas palavras. Enquanto clube, orgulhamo-nos de dar expressão à Semana Europeia do Desporto e de advogar valores eticamente corretos. Continuaremos a fazer o nosso trabalho para tentar trazer salubridade e desportivismo ao futebol nacional.

Patrocinador Principal

Município de Barcelos

TECHNICAL SPONSOR​

Lacatoni

OFFICIAL SPONSOR

Crédito Agrícola
H.M Motor
Água Monchique
Eacetech
Luxsteel
Luxsteel
WhatsApp