Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

Final impróprio para cardíacos e passaporte para os “quartos” garantido

A noite fria desta quarta-feira em Barcelos ganhou outra vida com o embate entre Gil Vicente FC e Amarante FC relativo aos quartos-de-final da Taça de Portugal. Num encontro com emoção até ao fim, os gilistas venceram por 3-1.

Vítor Campelos não podia pedir melhor arranque aos seus jogadores. O cronómetro ainda não tinha dado duas voltas completas e já a bola morava no fundo da baliza. Após um lance bem trabalhado à esquerda, Maxime Dominguez descobriu Miro que à boca da baliza fez o que melhor sabe e estreou-se a marcar pela equipa principal do Gil Vicente.

Daí em diante, os gilistas procuraram sempre dominar o encontro com bola, impondo um ritmo morno à partida. À entrada dos últimos minutos o resiliente Amarante conseguiu restabelecer a igualdade por intermédio de Mika.

Com o golo sofrido, os barcelenses arregaçaram as mangas e contaram com um herói improvável. Rúben Fernandes foi lançado ao minuto 88 antes da cobrança de um pontapé de canto e na sequência do mesmo apareceu a desviar ao segundo poste para o fundo da baliza.

Explosão de alegria nas bancadas, mas o momento alto da noite chegou logo a seguir. Zé Carlos levantou do lado direito e Martim Neto de bicicleta fez um verdadeiro golaço e estreou-se a marcar em grande estilo com a nossa camisola.

Desta forma, o sonho continua e o Gil Vicente FC segue para os quartos-de-final da Prova Rainha.

Aproveitamos para parabenizar tanto a equipa quanto os adeptos do Amarante FC pelo grande contributo ao futebol nesta noite. A melhor das sortes para o resto da vossa temporada, Viriatos!

Patrocinador Principal

Município de Barcelos

TECHNICAL SPONSOR​

Lacatoni

OFFICIAL SPONSOR

Crédito Agrícola
H.M Motor
Água Monchique
Eacetech
Luxsteel
Luxsteel
WhatsApp