Ricardo Soares: “Resultado injusto atendendo àquilo que as duas equipas fizeram”

No final da partida com o Moreirense FC, o treinador Ricardo Soares considerou o resultado “injusto” e afirmou que faltou “eficácia”: “Considero o resultado injusto atendendo àquilo que as duas equipas fizeram. No entanto, o futebol é eficácia. Fizemos um jogo competente, defendemos com qualidade, tivemos o controlo do jogo, ou grande parte dele, mas dois lances que nem chegam a ser perigosos transformam-se em dois golos para o adversário. Isso tem o seu peso”.

“Na primeira vez que o Moreirense vai à baliza, fez golo, mas a equipa não se descompôs e manteve-se fiel aos princípios de jogo. Na segunda parte entrámos bem e fizemos o golo. Depois há ali uma parte em que o jogo partiu e novamente num lance inofenso, voltámos a sofrer. O Moreirense tem jogadores de qualidade, é bem organizado, e mesmo assim tivemos três oportunidade”, acrescentou.

O técnico do Gil Vicente FC admitiu ainda não estar contente com o resultado: “Não estamos contentes com o resultado porque o resultado é que é determinante para atingir os objetivos finais. Nesse sentido, não fomos competentes. No que toca ao resto, o futebol é assim. Na próxima podemos ser nós que permitimos mais oportunidades do adversário e ganhamos. É uma liga extremamente competitiva”.

Ainda assim, Ricardo Soares salientou que acredita no processo da equipa e lembrou que a I Liga é extremamente competitiva e que o Gil Vicente FC está num leque de sete equipas que terá de lutar até ao fim: “É este o processo que acreditamos que nos leva mais vezes às vitórias e queremos que continue a levar no futuro. Mas também sabemos que é uma liga extremamente competitiva e vai ser uma liga com muito equilibrio até ao final do campeonato. Há sete ou oitro equipas que vão estar na descussão da mnutenção e nós vamos ser uma delas”.